O que você sabe sobre café?

É inevitável, ao ouvir a palavra “café”, imaginar o seu aroma único!

Dentre as mais diversas variações, ele está sempre presente, seja para estudar para aquela prova difícil, para começar bem o dia, ou simplesmente por uma gentileza. Mas, uma xícara dessa bebida vai muito mais além do que nos despertar e dar energia, trazendo benefícios incríveis para o nosso organismo.

O café e a cafeína

Somadas as xícaras de café consumidas por ano, em todo o mundo, dão mais de 500 bilhões! É difícil que você não beba no mínimo uma xícara de café por semana. Mas você realmente sabe o que está bebendo?

A cafeína tem um efeito direto sobre o sistema nervoso central, nos mantendo mais alerta. Considerada a substância psicoativa mais consumida do mundo, a fonte mais comum é o café, indispensável para muitas pessoas. Em doses moderadas traz benefícios como a melhora da memória e da concentração, além de contribuir para saúde mental de forma geral, por outro lado, se ingerida em exagero, tem alguns efeitos colaterais, como nervosismo, dificuldade para dormir, coração acelerado, e, cada vez mais, precisar cafeína para se manter disposto. Segundo estudos, adultos saudáveis podem consumir, no máximo, 400 mg de cafeína por dia sem risco algum à saúde.

O café é muito valorizado por nos proporcionar energia, porém há outras substâncias que podem ser até mais importantes do que a cafeína para o nosso organismo. Buscamos o tempo todo alimentos ricos em minerais, vitaminas e antioxidantes, e não percebemos que podemos encontrar tudo isso no nosso cafézinho de cada dia! O café possui apenas 1 a 1,25 % de cafeína, sendo composto, em maior quantidade, por diversas substâncias. Dentre elas estão os sais minerais: potássio, magnésio, cálcio, entre outros, aminoácidos como alanina, arginina, vitaminas – B, B3, PP e, responsável pela ação antioxidante do café verde, o ácido clorogênico. Porém, apenas a cafeína é termo-estável, podendo, os demais componentes, ser destruídos com a torrefação excessiva do grão.

Quer 1 hora a mais acordado?

Se você precisar aguentar mais algumas horas acordado, a cafeína tem um efeito quase imediato no organismo, alcançando seu pico no sangue entre 30 a 60 minutos após sua ingestão e pode levar até 14 horas para ficar totalmente livre da substância, segundo estudos. A cafeína estimula o sistema nervoso central, atuando contra a adenosina que causa o sono e da microcirculação, onde melhora o fluxo sanguíneo. Além disso, bloqueiam, no sistema límbico, o desejo excessivo de auto-gratificação, contribuindo contra a depressão. E se você também corre contra a balança, essa substância envia sinais diretos para as células de gordura ordenando sua quebra. Já o ácido clorogênico presente no café, pode ajudar a absorção lenta dos carboidratos. Também tem efeito estimulantes através da teobromina e teofilina.

O bloqueio dos efeitos inibidores de adenosina auxilia na eficiência neuronal no cérebro e libertam neurotransmissores, melhora o humor e alivia o stress. É claro, que o corpo humano processa a substância do café de maneiras diferentes, podendo ser influenciado por diversos fatores. As mulheres, por exemplo, metabolizam a cafeína mais rápido do que os homens.

Expresso, curto, pingado, forte, fraco, puro, acompanhado, o café é a bebida mais popular do mundo. Ele é uma ótima maneira de começar o dia, proporciona energia quase instantânea, e, se tomado na quantidade adequada, tem inúmeros benefícios para a saúde, ajudando a manter a mente sã, de corpo e alma.

Então, encha uma boa xícara de Dupier e que seu dia seja tão bom quanto o cheirinho de café!

Leave a Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

0
café tradicional, superior e especial